domingo, 26 de outubro de 2014

I hate you, please love me


A verdade é que eu me pego pensando em você até quando eu não quero, eu realmente queria poder ter controle disso tudo para que eu não me apaixonasse e não me tornasse tão... vulnerável. Eu queria poder não sentir o tanto que eu sinto e muito menos queria que você soubesse do que se passa aqui dentro. É assustador. Não ter mais controle de mim mesma e você ter toda a manha que me controla. Eu não costumava pensar como hoje, eu achava isso tão desnecessário, tão fútil. Não achava que poderia me fazer tão bem, uma vez que já me fez tão mal. "Eu tive um monte de momentos que não duraram para sempre, então, como aprender amar? Eu realmente nunca tive sorte". A verdade apesar disso tudo, é que você mudou essa minha forma de pensar, me fez perceber que nunca é tarde demais apesar de ter um passado do qual eu sinto medo, me fez perceber que pode sim existir uma pessoa diferente dos demais, que me faça feliz com toda a facilidade do mundo, você não precisa nem se esforçar pra me fazer sorrir. Eu vi algo em você que eu ainda não tinha percebido em ninguém e isso não é algo que você pode jogar fora como se não fosse nada, porque era tudo. A verdade é que tudo em você me faz bem e mesmo sem ter aprendido como amar, eu amo. Eu amo cada detalhe seu, cada acerto e cada falha, amo as coisas que me diz e também as que não diz, amo você não brigar comigo só porque eu brigo com você, amo nossas piadas internas e o nosso modo de amar, amo você de vez em sempre quando faz idiotice só pra me fazer rir e amo mais ainda quando além de rir de mim, ri comigo. E eu sei que eu gostar de você não é tudo, mas é o meu tudo e espero que aceite, porque eu já não sei mais como seria minha vida sem você ao meu lado e pra falar a verdade, eu nem quero ter oportunidades pra descobrir.

6 comentários:

  1. Muito bom o texto! Isso acontece exatamente assim com o o ser humano, lutamos contra nós mesmos, contra os sentimentos. E muitas vezes o que é ruim tem seu lado bom. Bjos

    http://poemanaocaidemoda.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Dizem que palavras não fazem diferença nas nossas vidas, não sei na do resto do mundo, mas na minha faz muito diferença. Texto perfeitos, sentimentos verdadeiros e realidade absoluta.

    ResponderExcluir
  3. Que lindo *-* muito bom, amei o texto flor, me identifico muito...

    www.vanessamaciel.net

    ResponderExcluir
  4. Que texto perfeito *-*

    ResponderExcluir
  5. Delena <3
    http://lyour-dreams.blogspot.com.br/2014/10/sorteio-cidade-dos-ossos.html

    ResponderExcluir
  6. Lindo texto, apesar da descrição se confundir entre amor e paixão, mas essa percepção é totalmente confundível mesmo.
    A eterna briga entre a razão e a emoção! Que viva a emoção!!

    ResponderExcluir